Persore
19 3407.2379 | 9 9783.1818   
Blog


Setembro
 20
2016









Gestão de RH em Pequenas Empresas

PorAngela M. Graciano Bellatti

A maioria das empresas de pequeno porte não possui um departamento de recursos humanos estruturado. Geralmente encontramos nessas empresas apenas o Departamento Pessoal, que possui seu foco em questões burocráticas como: admissão e demissão de colaboradores, controle de horas, folha de pagamento e controle de benefícios.

Porém, sabemos que a Gestão de Pessoas é muito mais que isso. Mesmo as pequenas empresas são compostas de pessoas que possuem necessidades, anseios e expectativas de crescimento e desenvolvimento profissional. Daí surge a necessidade de contar com o apoio de um Departamento de RH competente que perceba as necessidades da empresa e de seus colaboradores e que seja capaz de encontrar soluções e alternativas, de forma que o capital humano seja devidamente aproveitado, desenvolvido e valorizado, trazendo harmonia e produtividade à organização.

Estando os responsáveis pela empresa conscientes e confiantes que isso será um importante passo para o sucesso da organização, podem optar pela contratação de um profissional efetivo ou profissionais autônomos que prestem serviços na área de gestão de pessoas. Esses profissionais ajudarão e identificar as necessidades e a implantar processos que permitam a busca pela excelência da corporação como um todo.

Podemos listar alguns processos que ajudarão na gestão do capital humano, na retenção de talentos e na profissionalização da empresa:

·         Pesquisa e diagnóstico de Clima organizacional e relações interpessoais.

·         Melhora da comunicação interna.

·         Resolução de conflitos.

·         Avaliação de competências.

·         Treinamento e desenvolvimento dos colaboradores e/ou lideranças.

·         Recrutamento e seleção: contratação com foco em competências.

·         Descrição de cargos e matriz de função.

·         Adequação de organograma.

·         Implantação e acompanhamento de programa de qualidade (Ex. 5S)

·         Implantação de cargos e salários.

·         Avaliação de desempenho, entre outros.

Pequenas ações podem trazer mudanças significativas para melhorar a gestão, transformar o clima e a cultura organizacional. Não pense que sua empresa é pequena demais. Pense que seus colaboradores são valiosos e que devem ser tratados com respeito e consideração, pois são eles que ajudarão sua empresa a crescer e prosperar.


Conte com a PERSORE para ajudá-lo na adequação, desenvolvimento e capacitação do capital humano de sua empresa!!!


Se a empresa prospera, todos ganham...se todos ganham, a empresa prospera.







Setembro
 13
2016









NR 33 – Importância da Avaliação Psicossocial

Por: Angelina Feltrin

Através da NR – 33, o Ministério do Trabalho e Emprego regulamentou normas para a segurança e saúde dos trabalhadores na realização de suas atividades em “espaços confinados”. Trata-se de toda atividade laboral executada em espaços não destinados à ocupação humana contínua, tais como entradas e saídas restritas; dificuldades de movimentação no seu interior, ventilação natural insuficiente, componentes tóxicos, inflamáveis e/ou explosivos em seu interior, enfim, onde o risco de ocorrência de acidentes e de intoxicação é elevado.

Determina ainda, considerando a complexidade destas atividades, que todo trabalhador deve ser submetido a exames médicos específicos para a função que irá desempenhar, incluindo os fatores psicossociais. É necessário atenção especial ao estado psicológico do trabalhador que irá realizar a atividade neste local, buscando identificar características comportamentais e sinais de patologias mentais capazes de colocar em risco sua própria integridade física e/ou de colegas.

A avaliação psicossocial é uma avaliação psicológica, função privativa do psicólogo e refere-se à coleta e interpretação de informações psicológicas resultantes de um conjunto de procedimentos confiáveis que permitam ao psicólogo julgar um comportamento.

É necessário uma abordagem cuidadosa de situações pessoais e familiares de impacto, como o termino de relacionamentos, morte de parentes próximos e situações de endividamento; também a avaliação da personalidade e testes psicológicos, que possam mapear o perfil psicológico do individuo para a execução da atividade em questão, que gere um parecer que servirá de auxilio ao médico do trabalho no julgamento de sua aptidão para a função.

A avaliação psicossocial é de extrema importância, pois possibilita às empresas adotarem medidas preventivas em relação à saúde mental dos trabalhadores, auxiliando na diminuição dos riscos de acidentes de trabalho, redução do absenteísmo e afastamentos do trabalho.

O psicólogo que realiza estas avaliações deve ser devidamente habilitado para a função, com registro no Conselho Regional de Psicologia (CRP). Deve conhecer profundamente as questões psicológicas ligadas à atividade a ser executada; assim como critérios e instrumentos para a avaliação de transtornos mentais e avaliação psicológica. Deve compreender o ser humano em sua complexidade e sua interface com a tarefa a ser executada. Também, para que haja êxito nesta demanda, há que se considerar a relação interdisciplinar entre o médico do trabalho, o psicólogo e o RH da empresa.

Os profissionais na PERSORE estão devidamente habilitados e preparados para a execução da Avaliação Psicossocial. Fale com a gente!


 

 

 

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego. Normas regulamentadoras de segurança e saúde do trabalho. NR-33  - Segurança e saúde nos trabalhos em espaços confinados. Brasília, DF: MTE, http://portal.mte.gov.br/

 

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego. Guia Técnico da NR-33. Brasília, DF: MTE, 2013. http://portal.mte.gov.br/







 


© 2015 | Persore - Todos os direitos reservados. - Desenvolvido por: Aumai Oxycom
(19) 3407.2379 | 9 9783.1818
Av. Nossa Senhora de Fátima, 2790 - Salão 20
Condomínio Machadinho - Americana|SP
CEP 13478-540